segunda-feira, 28 de julho de 2008

Meu bairrismo em "Mulheres do Brasil"

O filme Mulheres do Brasil foi uma grata surpresa para o meu fim de semana. Ali estão reunidas histórias de vida de brasileiras de diversas origens, enfatizando dramas, sonhos e paixões. Há uma interessante ponta de humor em cada narrativa, mas o toque especial fica por conta do misto de ficção e documentário, já que apresenta depoimentos reais daquelas que poderiam ser as personagens da ficção: componentes de escolas de samba do Rio de Janeiro, prostitutas do Rio Grande do Sul e, o que mais me encantou, rendeiras do Pontal da Barra, em Maceió. Não esperava um destaque tão forte ao cotidiano das rendeiras de filé e ao folclore local. O cenário são as belas paisagens da Lagoa Mundaú e as praias de Ponta Verde e Pajuçara. É sempre muito bom ver a minha terrinha em destaque pelo que há de belo e rico em termos de paisagem e cultura. Vale a pena conferir!

3 comentários:

Bruno Lamenha disse...

Gostei da dica! Vou conferir!

Sérgio Coutinho disse...

Também gostei muito de algumas histórias do filme. Assisti ontem. O olhar carinhoso sobre o Pontal da Barra é realmente surpreendente. Mas tenho que admitir que o episódio sobre o programa de rádio chamou mais a minha atenção. É interessante como uma voz por meia hora num programa de rádio podia, naquele contexto, ser a única esperança de vida melhor para a personagem. Toda a humanidade dela estava projetada ali. Adorei. Nem quis ver a história seguinte. Abraços!

Elaine Pimentel disse...

Pois é, Serginho! Também achei o episódio do radialista de extrema sensibilidade. L'amour...